segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Alejandro Pinzón: A colômbia em seu esplendor interiorano


Data de nascimento: 1971
Local: Charalá, Santander del Sur (COLÔMBIA) 
Vive em Nova York (EUA)


Muito presente na obra do colombiano Alejandro Pinzón está o típico e acolhedor vilarejo da América espanhola. Ele diz que se baseia no seu amado lugar de nascimento, que tem o simpático nome de Charalá. 

Fizemos uma breve entrevista com o pintor e mais abaixo encontra-se o link para seu site que tem todos os detalhes da carreira do hermano colombiano, que está sediado em nova York (EUA).


"Un largo camino"
1) Como e quando começou a pintar?


Eu comecei a pintar desde que tenho o uso da razão lá pelos 8 anos. Ganhei meu primeiro prêmio na escola, quando cursava a 4ª série do primário, mas eu já desenhava antes. Nessa idade você nunca pensa em ser um artista consagrado, porque as pessoas estão dizendo que você tem que estudar uma carreira como advogado, médico ou engenheiro, menos ser um artista.


2) Como descobriu a arte naif ou esse foi um caminho intuitivo?


Esse estilo de pintura foi o que eu vi pela primeira vez ao vivo na oficina do meu professor Manolo Diaz em Charalá, minha cidade natal, e a partir desse momento eu disse isso é o que queria pintar. Acredito que a arte naif está dentro de todos nos, só que não descobrimos ou não desenvolvemos. É por isso que acredito que somos artistas em potencial.



"Palanquera"
3) Como descreve suas principais fontes de inspiração?


A inspiração está lá em qualquer lugar. No meu caso, eu confio em memórias, relatos, costumes, folclore, a vida cotidiana, histórias, enfim, tudo, até a falta de inspiração produz temas.


4) Os temas de suas pinturas são baseados em sua cidade natal?


Sim, meu vilarejo faz parte dos temas de minhas obras, todas levam a algum rincão de Charalá.


5) A Colômbia está muito presentes em seus trabalhos. São de sua infância, de viagens ou de sua imaginação?


"Dia de descanso"
Meus personagens são de tudo um pouco, conhecidos, imaginários e inventados. Caracterizo-os pela vestimenta que utilizavam pelo início do século passado. é como auma homenagem aos que se foram.







Clique aqui para site do artista Pinzón com biografia, premiações, exposições e diversos trabalhos.



"Ensalada de frutas para un toche",
100 X 70 cm


"Feliz Navidad",
40 cm x 50 cm


"Mirando al futuro,
40 x 50 cm


"Neugatas",
30 x 40 cm

* Imagens enviadas e de propriedade do artista.

5 comentários: