terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Reprograme: uma nova era de museus para a era da informação



Com a convergência da tecnologia da informação e as crescentes velocidade e penetração da internet, muitos conceitos do conhecimento e da convivência humanos caíram por terra.

Um deles é o conceito de museus. A própria denominação 'museu' carrega em si uma conotação de arquivamento. Os principais museus do mundo já entenderam que devem ser mais do que meros arquivistas de arte, passando a serem prestadores de serviços culturais.

Dessa forma, eles passam a ser espaços de formação de conhecimento e educação para o desenvolvimento cultural da humanidade. Há uma intensa e acalorada discussão sobre os novos papéis dos museus na era da informação.

Propomos a troca da nomenclatura museu por 'aparelho cultural', deixando seu conceito (apenas) arquivista para um outro mais amplo: o de repositor cultural.

Dito isso, sugerimos o livro "Reprograme: Comunicação, branding e cultura numa nova era de museus", composto pela tradução de artigos e palestras de vários autores, ficando a organização por conta de Luis Marcelo Mendes.

A tradução foi fruto do financiamento coletivo obtido através do site Cartarse, onde vários internautas contribuíram com valores em dinheiro em favor do projeto.

O livro pode ser comprado em versão impressa ou baixado gratuitamente no endereço:
www.reprograme.com.br.


Segue o índice do livro:


Todos estão convidados
Mariana Varzea
p. 8


De ilhas a plataformas
Luis Marcelo Mendes
p. 12


PARTE UM: BRANDING E CULTURA

Museum Next
Robert Jones
p. 27


New Museum: a volta por cima
Nancy E. Schwartz
p. 42


Uma ponte perto demais
André Stolarski
p. 52


Eu fui ao MoMA
Kim Mitchell e Julia Hoffmann
p. 62


Cultura de marca e equipes internas
Carlos Eduardo Stefano
p. 73


PARTE DOIS: MUSEUS ESTÃO MUDANDO

Reformando o museu:raízes e ramificações
Victoria Dickenson
p. 83


Escolhendo papéis: facilitador ou advogado?
Elizabeth Merritt p. 99

A participação começa comigo
Nina Simon
p. 105


Kids in Museums
Dea Birkett
p. 118


A relação entre museus e jovens
Marcus Faustini
p. 123


OrsayCommons
Julien Dorra
p. 130



Outra iniciativa nesse mesmo sentido de adaptação dos museus para a nova era da informação é o caso do MUTZ, um site que tem como missão o de conectar pessoas e museus (discutiremos essa inovação em uma futura oportunidade). 

O MUTZ ainda está em versão Beta, ou seja, em testes e aprimoramentos. Mas, afinal, quem não está também hoje em dia !?


Texto: Álvaro Nassaralla

Conheça mais de duzentos artistas naifs relacionados e resenhados, clicando nos botões abaixo: