segunda-feira, 30 de julho de 2012

Agostinho Batista


Agostinho Batista de Freitas
Nasceu em Paulínia - SP
(1927 - 1997)

Pintor e desenhista.

Começou a pintar na década de 1950, e foi descoberto no ano seguinte por
Pietro Maria Bardi, quando vendia suas obras na Praça dos Correios em São Paulo.

Bardi organizou uma individual do artista no
MASP, exposição essa que foi apresentada também em outros museus importantes do Brasil.


"São Paulo Noturna"
79 x 120 cm
1991

Considerada como um naif clássico, Agostinho pintou principalmente paisagens urbanas. Segundo Roberto Rigiero (*), o pintor é o artista naif de obra mais consistente "utilizando a iconografia de uma cidade".


"O trem"
50cm x 69cm
Óleo s/ tela
1989

Mas o artista também pintou cenas rurais como em "O trem" (imagem em cima), como uma luz alaranjada de poente sobre a vegetação e a fumaça do vagão dando dinâmica e ajudando a compor a perspectiva do cenário.


(*) Fonte: Roberto Rugiero - Postado em: Galeria Brasiliana

"Vista de São Paulo"
88 cm x 109 cm
Acrílico sobre tela

Biografia

Atua como eletricista quando, por volta de 1950, inicia-se na pintura como artista autodidata.

Vende seus trabalhos na Praça do Correio, em São Paulo, onde é descoberto por Pietro Maria Bardi, que encomenda-lhe um registro da vista panorâmica da cidade, observada do alto do edifício do Banco do Estado de São Paulo, e que, em 1952, organiza sua primeira exposição individual, no Museu de Arte de São Paulo.

50 cm x 70 cm
1984

Aspectos da paisagem urbana paulistana são temas recorrentes na sua produção.

Participa das exposições:

- Bienal de Veneza, Itália, 1966;

- 19 Brazilian Primitives, mostra itinerante, Estados Unidos, 1975;

- Arte no Brasil: uma história de cinco séculos, no Masp, São Paulo, 1979;

- O Mundo de Mário Schenberg, na Casa das Rosas, São Paulo, 1996.

"Avenida Vinte e Três de Maio"

50 cm x 70 cm

Óleo sobre tela
1984

Após sua morte, suas obras figuram na Iconografia Paulistana em Coleções Particulares, no Museu da Casa Brasileira, São Paulo, 1999; na Brasil + 500 Mostra do Redescobrimento. Arte Popular, na Fundação Bienal, São Paulo, 2000; entre outras exposições

Fonte: Itaú Cultural Atualizado 03/02/2004

Postado em:
www.galeriaabaporu.com.br/artista-165-AGOSTINHO-BATISTA


"Estação de Trem Santa Rosa"
107 x 199 cm


Exposições Individuais


- 1952 Modern Art Museum of Sao Paulo, Sao Paulo
- 1952 Modern Art Museum of Bahia, Brazil
- 1952 Modern Art Museum of Salvador, Brazil
- 1952 Campinas Museum of Contemporary Art, Brazil
- 1966 Museum of Modern Art, Rio de Janeiro
- 1978 Art Center, Sao Paulo
- 1980 Paulo Figueiredo Art Gallery, Sao Paulo
- 1985 Jose Duarte de Aguiar and Ricardo Camargo Art Gallery, Sao Paulo
- 1987 Museu de Sol, Penapolis, Brazil


Exposições Coletivas

- 1966 "Venice Biennial", "The Artist and the Machine", Museum of Modern Art, Rio de Janeiro
- 1966 Museum of Modern Art, Rio de Janeiro
- 1974 Eletroradiobras de Pinheiros, Sao Paulo
- 1979 Modern Art Museum of Sao Paulo, Sao Paulo
- 1980 National Institute of Fine Arts, Carrilo Gil Museum, Mexico City
- 1984 Museum of Art, Goiana
- 1988 Pinacoteca do Estado, Sao Paulo
- 1994 Jacques Ardies Gallery, Sao Paulo
- 1995 Fieo, Osasco, Sao Paulo
- 1996 Fieo, Osasco, Sao Paulo
- 1996 Casa de Rosas, Sao Paulo
- 2003 “The Naïve World”, GINA Gallery of International Naïve Art, Tel Aviv


Bibliografia


- “Dicionario de Artes Plasticas no Brasil”, Roberto Pontual, 1969, Rio de Janeiro

- “Historia da Arte Brasileira”, Pietro Maria Bardi, 1975, Sao Paulo

- “Dicionario Brasileiro de Artistas Plasticos”, Carlos Cavalcanti, 1976-1980, Brasilia

- “L’arche de Noe et Les Naifs”, Louis Pauwels, 1977, Paris

-  “Aspects of Brazilian Primitive Painting”, Aquino de Flavio, 1978, Rio de Janeiro

- “Colecao de Arte Brasileira”, Joao Marino, 1983, Sao Paulo

- “Dicionario Critico da Pintura no Brasil”, Jose Roberto Leite, 1988, Rio de Janeiro

- “Pensando a Arte”, Mario Schenberg, 1988, Sao Paulo

- “Naïve Art in Brazil”, Jacques Ardies, 1998, Sao Paulo 



"Viaduto de Santa Efigênia"
Óleo sobre tela
63 x 48 cm

Acervo Banco Itaú S.A. (São Paulo, SP)
Reprodução Fotográfica Autoria Desconhecida