domingo, 13 de maio de 2012

Véio

Véio [Cícero Alves dos Santos]
1948, Nossa Senhora da Glória – SE

Nascido no Município de Feira Nova, de família de lavradores, desde menino esculpe em cera de abelha, para logo em seguida encontrar a madeira, até hoje a sua matéria fundamental de expressão.

Com um sentido de volume muito peculiar, Véio não só equilibra quatro elementos com harmonia em uma única escultura de pequena dimensão – uma figura de mulher, duas crianças, um feixe de lenha – como, mais recentemente, partiu para a instalação do seu trabalho em espaços abertos, públicos, em pleno sertão sergipano.

Na rodovia Engenheiro Jorge Neto, que passa em frente ao seu sítio, figuras em tamanho natural ou agigantado de lavradores com suas pás, mulheres grávidas carregando pesos, crianças e animais, Lampião, Maria Bonita, Padre Cícero, além de procissões de enterro, pares dançando forró, criam uma atmosfera a um tempo onírica e crítica do penoso dia-a-dia do homem do campo em sua pobreza, mas alimentado pela aura de sua cultura.

Fonte: Pequeno dicionário do povo brasileiro, de Lélia Coelho Frota / (www.galeriaestacao.com.br)

Fonte das Imagens: http://www.criaticidades.com.br/

http://galeriaviniciusxavier.blogspot.com.br

Veja o post sobre a uma visita ao Museu Memorial da Unit com fotos de obras do Véio no blog do Ricco.