quinta-feira, 7 de junho de 2012

Nnaagyr


Jorge Cardoso Branco nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 1943. Aos 8 anos pintava casarios e animais sobre papelões com o resto das tintas com as quais seu pai pintava as tabuletas de propaganda de seu pequeno armazém de produtos comestíveis no bairro de Brás de Pina (Rio de Janeiro).

Em 1º de julho de 1962, começou a pintar com óleo sobre eucatex passando a assinar suas obras como Nagyr e com este nome fez 19 mostras individuais (1974 a 1996). Sendo notícia nos jornais O globo, Jornal do Brasil, O dia, entre outros.



Beleza Nativa (09/04/1999)
COLEÇÃO Daniele Pereira
Cartão e Tintas Automotivas
36,5 cm x 41 cm

Para a maioria das pessoas, os restos de papelão, de carpete, de compensados e de outros materiais têm um destino certo: o lixo. Mas, para o professor de História aponsentado Jorge Cardoso Branco, conhecido como Nnaagyr, tudo isto acaba virando ARTE. Assim, acaba surgindo a Arte Bruta do Artista Plástico Nnaagyr.


Galo Brás de Pina "O Brincalhão" (30/10/1992)
Cartão e Tintas Automotivas
40 cm x 50 cm

Em 1975, participou do 24º Salão Nacional de Arte Moderna, na cidade do Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, participou da mostra Instinto e Criatividade no Museu Nacional de Belas Artes, na cidade do Rio de Janeiro, expondo os quadros Três Mulatas e O Carnaval de Rua está acabando.
No ano seguinte, participou do 25º Salão Nacional de Arte Moderna, na cidade do Rio de Janeiro e a Agência Nacional incluiu Nagyr em Brasil Hoje nº 140. Em 1978, também em Brasil Hoje nº 239.


Jarro Lilás (10/08/2001)
Cartão e Tintas Automotivas
55 cm x 56 cm

Em 1977 ganhou prêmio de aquisição da Prefeitura do Rio de Janeiro com o quadro Homenagem a Mestre Valentim (Passeio Público), no 1º Encontro de Arte Ingênua, Mezzanino Metrô Cinelândia - Rio de Janeiro.
Nagyr tornou-se verbete no Dicionário Brasileiro de Artistas Plásticos, volume 3, 1977, MEC-INL.

Em 1978, ganhou prêmio de aquisição da Prefeitura do Rio de Janeiro com o quadro Quituteiras na Sé da Bahia.

Em 1º de julho de 2001, passou a assinar suas obras como Nnaagyr.



A heroína Maria Quitéria (08/12/1992)
Cartão e Tintas Automotivas
40 cm x 50 cm



Marieta (12/05/2002)
Cartão e Tintas Automotivas
40 cm x 50 cm

Fonte site do Nnaagyr:
http://www.nnaagyr.com/